Como tomar melhores decisões na carreira

“Como te vês daqui a 5 anos?” – esta é uma pergunta que te faz alguma comichão, seja porque não tens plano de carreira ou porque não queres pensar já nisso. Eu sei. Mas quer estejas na situação de iniciar agora uma carreira no marketing digital ou na situação de seguires outro caminho e mudares de carreira, há alguns passos que precisas de dar.

Como vais perceber, estes passos requerem ponderação e, por isso, algum tempo para pensares. Nem sempre vais ter esse tempo, por várias circunstâncias, mas tenta sempre que as tuas decisões sejam bem planeadas e não feitas “em cima do joelho”.

 

Identifica e analisa a situação

Tenta compreender os aspectos envolvidos na escolha do teu futuro profissional. Uma boa prática é fazeres, a ti mesmo, uma série de perguntas que esclareçam melhor os impactos daquela que vai ser a tua decisão:

– “Por que é que eu estou a fazer isto?”, ou seja, perceber se a decisão está alinhada com os teus objetivos profissionais e pessoais;

– “Como é que isto me pode afetar?”, isto é, pensar em consequências não previstas. Não é no sentido de seres catastrofista e desistires de todas as ideias, mas sim de te precaveres para os efeitos menos positivos que, inevitavelmente, vêm com as escolhas difíceis;

– “Por quem é que estou a fazer isto?”, que é uma forma de entenderes se realmente estás a orientar a tua carreira por contra própria ou se estás a fazê-lo por influência de terceiros.

 

Pesa os prós e os contras

Fazer uma lista de vantagens e desvantagens de determinada solução/decisão continua a ser uma das estratégias mais eficazes na hora de tomares decisões complexas. Colocar tudo no papel torna as coisas mais concretas e faz-te ter maior consciência do processo de escolha. Muitas vezes, só conseguimos perceber os prós e os contras de algo quando paramos para pensar e escrever.

 

Não fujas de quem és

O título é meio profundo, bastante filosófico, mas realmente deves pôr na balança quais são os teus valores e as crenças que te definem como pessoa, porque isso molda a forma como avalias a tua vida, a tua carreira e a tua felicidade. Não tens de seguir necessariamente tudo em que acreditas – muitas vezes, tens de fazer alguns desvios, para enfrentares os desafios -, mas isso deve sempre ser tido em consideração.

Mais uma vez, escrever pode ajudar-te. Faz uma lista dos teus valores. Isso vai-te ajudar a ter clareza sobre o que realmente importa.

 

Avalia as opções

Considera todas as opções possíveis. Um dos piores erros para tomares decisões é considerares poucas opções, logo à partida. Ter mais alternativas pode melhorar a tua satisfação e tranquilidade em relação à escolha final.

Também é bom pensares se a tua escolha tem em vista um passo em direção a uma meta mais distante ou se já queres ir direto ao objetivo, para que a tua experiência não seja frustrante e não precises de dar passos para trás novamente.

Posto isto, vais conseguir, com alguma facilidade, excluir algumas das opções iniciais. Daí ser importante dares tempo à tomada de decisão. Apesar de simples, este método faz toda a diferença no momento de escolheres.

 

Procura outras opiniões

Após eliminares as alternativas que realmente não são interessantes para ti, é útil abrires o processo de escolha à opinião de outras pessoas. Amigos, familiares e outros profissionais podem dar-te uma luz sobre aspectos que não estavas a considerar. No entanto, tenta conversar com pessoas que não sejam diretamente afetadas pela tua escolha, para não te darem opiniões potencialmente enviesadas.

 

Revisita o que descobriste

É bem provável que tenhas começado este processo com uma ideia e tenhas terminado com uma noção muito mais ampla, que pode ter influenciado nos resultados pretendidos. Ainda que não faças outra vez uma análise exaustiva, volta às etapas anteriores e vê se não saltaste nenhum ponto.

 

Implementa a tua decisão

O medo ainda pode estar em jogo, mas ao teres cumprido e refletido todas as etapas com atenção… agora, faz! Dá o passo em frente na tua carreira, aproveita as oportunidades, aprende com as tuas experiências e toma melhores decisões!

Conteúdos neste artigo

Artigos Recentes

> Como criar uma newsletter Ver Mais
> 5 mitos sobre E-mail Marketing Ver Mais
> Top 10 melhores ferramentas de e-mail marketing Ver Mais
Partilhe este Artigo
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn